Roteirista e Escritora

Postagens com tag "caminho"

O quilômetro a mais

Posted by on Jan 31, 2012 in Crônicas, Slideshow | 0 comentários

O quilômetro a mais

A jornada da vida é adorável principalmente por ser repleta de pausas. Nesses momentos, percebemos que estamos constantemente nos adaptando, remanejando e redefinindo traçados até o lugar aonde queremos chegar. São mil metros aqui, um centímetro acolá e, a cada espaço percorrido, são as histórias que escolhemos viver que rechearão o caminho. Há muitas coisas que nos distanciam do que gostaríamos de ser. E praticamente todas estão dentro de nós, ainda que, muitas vezes, coloquemos...

Ler mais

Bye-bye Peter Pan

Posted by on Jan 31, 2012 in Crônicas | 0 comentários

Bye-bye Peter Pan

Somos adultos. Como isso aconteceu? Pode ter sido no vento sul que aparece na mudança de uma estação no ano, no ritual de passagem de lobinho para escoteiro, ou depois do primeiro sutiã. Ou quando alguém aparece e força você a encarar a realidade áspera de um asfalto num dia quente de verão; ou você mesmo, diante de um espelho reconhecendo-se incapaz de equilibrar ilusões e realidades. O momento pode ser o mais simples, mas, uma vez que acontece, o crescimento não é algo que possa...

Ler mais

Longe demais

Posted by on Jan 31, 2012 in Crônicas | 0 comentários

Longe demais

Foi por conta dessa sensação pesada de que talvez estejamos correndo depressa demais, no cotidiano repleto de percursos automáticos da casa-trabalho-academia-banco-médico, que esta crônica foi escrita. É inevitável pensar para onde tantos passos estão nos levando e se estamos longe demais daquilo que desejávamos no início da travessia. Vivemos acelerados no tempo, nessa locomotiva desenfreada a que se resume, muitas vezes, nossa vida. Quando observamos uma criança, é comum perceber...

Ler mais

Seguindo sonhos

Posted by on Jan 31, 2012 in Crônicas | 0 comentários

Seguindo sonhos

Quando a gente segue um sonho, as palavras se entortam um pouco no início, mas logo começam a dançar soltas no papel. Começamos bordando em ponto cruz e, depois, inventamos desenhos ao acaso com nossa própria imaginação. Presta atenção. Olha. Quando a gente segue um sonho, deparamo-nos com uma porção de gente pequena, com objetivos menores ainda. Nessas horas, a gente escuta alguma música bem alta – sem ser ensurdecedora – de alguém que cante coisas para a gente continuar firme...

Ler mais